Só mais uma.

    Enquanto você passava arrastando um sorriso de quem sabe o que carrega, fui a moça mais feliz da rua. Tenho preenchido nosso espaço com uma porção de lembranças boas, essas coisas engraçadas que traz você. Porque tudo que nos aproxima tem a garantia elástica e risonha de um encontro sem previsão. 

    A lembrança de que teus olhos já me procuraram é sagrado para mim. E agora pra recomeçar (o que nunca acabou) vou te escrever sempre, essa mania de colocar nossa história num lugar macio e largo, igual ao teu abraço. Ah! O teu abraço... É nele que eu quero chegar e mesmo sem saber onde vai dar, vou continuar ali, na extensão de tudo que é ventilado, rodeada por todas suas cores, por tudo que é bom dentro dele. Teu abraço, moço, é onde tenho caído de um voo despretensioso do meu pensamento.
    Com você é sempre como se não houvesse fim os dias felizes. Com você é sempre o que a vida nos reserva de bom, de bem, do ZEN geral de todos e felicidade total do planeta. Com você é sempre amor e amizade. Com você é sempre aquela risada só tua.   

     Vou ficar aqui te amando por dentro. Vou ficar aqui te amando em uma tentativa de me anestesiar dos males, sempre  que for preciso, pois isso aqui também é seu. Vou ficar aqui te amando, dentro. Mas não conta pra ninguém que é de você que tô falando. 


Meu coração tá te mandando um beijo.
                                                                   

                                                                    Ps.: tô te amando mais hoje