Ai a gente esquece...

Pesando tanto no que pode ser bom, acabo por viver o que quero, não o que tenho. 
 E você vai achar estranho minha forma de demonstrar que não  quero mais, e demorou, 
mas aprendi a valorizar o que eu tenho, novamente.
 Tinha esquecido como é andar com as próprias pernas, 
e dessa vez fui mais longe... 
Quando a gente consegue o que quer, é bom,
 mas quando a gente se decepciona e depois o tempo esfrega na sua cara que foi melhor 
da forma que aconteceu, é ótimo. 
A gente perde por perder, ganha por ganhar, o que você tem é melhor do que você tinha, e não espere o tempo te mostrar isso para valorizar.


Vá, se solte. 

E depois se prenda no que tem. 


Se liberta,



Ainda dá tempo, mostra ao mundo todo que você me ama
Atende a suplica da química vem pra cama
Se negue a deixar que o outro impeça o nosso riso