Dona felicidade.

Hey, por onde você se encontra?

    Andei, procurei você em abraços, sorrisos, bebias e saudades. Não sei bem aonde  te achei, só que você gosta de andar por ai sem ter dono. Simplesmente soltou da minha mão e saiu voando, até o encontro de um sorriso solto, e leve.
Que leve então. Que leve você até encontrar alguém que encha o peito logo cedo de tudo que for bom. Que leve a simplicidade de achar graça no que não tem graça. Que leve também, o foco de achar a solução pra todos os problemas, só deixando você no comando. Mas que leve também meus traços, meus passos. E por onde passar, leve um pouco de mim Dona Felicidade. Você vem e vai, mas quando vem deixa seus traços por mim durante dias. 

   Alguns dizem que quando você chega, tudo fica mais fácil. Mas sabe Dona Felicidade, você passou por mim tantas vezes que chego a pensar que não terá outras vezes, pois eu aprendi que bonito mesmo, é ser feliz. Então me visto de uma  alegria simples, e se você vier á me encontrar nessa vida, te abraçarei e prometo não deixar mais escapar, vou te espalhar  pouco a pouco e colorir o mundo, de afeto é claro. A gente se afeta e se enfeita e vamos para um lugar muito bom, enquanto sonhamos em levar você para passear em qualquer lugar que tenha uma dor que eu posso sacudir pra sair algo bom.  


Você pode fazer muito por mim, por nós. 




2 comentários:

Thais Lopes disse...

Fico muito feliz que esteja de volta! Escrever é a melhor terapia que existe! Já tentei escrever um blog sobre as noticias do dia a dia, mas cai na real ... Anestesiar e mente é a melhor coisa. Sucesso Tha ♥ http://subjetividadelopes.blogspot.com.br/

Danilo MM disse...

A felicidade não é sempre de ficar, mas sempre volta é só uma questão de deixar a porta aberta.