Felicidade?


Disse o mais tolo: "Felicidade não existe".
O intelectual: "Não no sentido lato".
O empresário: "Desde que haja lucro".
O operário: "Sem emprego, nem pensar".
O cientista: "Ainda será descoberta".
O místico: "Está escrito nas estrelas".
O político: "Poder".
A igreja: "Sem tristeza, impossível. Amém".
O poeta riu de todos, e, por alguns minutos, foi feliz.

3 comentários:

Princess disse...

ótimooooo!! Os poetas são sempre os mais felizes, mesmo sem o saber! XD

Beijinhos!

Wellington disse...

Interessantíssimo seu blog.. ^^'
Estou a te seguir e vou deixar o link do meu aqui: http://belezaeatragedia.blogspot.com.br/
Caso você goste, segue o também..
Grato-Wellington..

Borderline Transtorno de Personalidade disse...

Adorei este post demais!