26 coisas que gostaria que minha filha soubesse sobre relacionamentos.

Se as pessoas soubessem como cada palavra dita a uma criança se calcifica naquela alma em desenvolvimento, parariam de falar tanta besteira. As meninas, principalmente, acabam crescendo ouvindo que homem não presta, que se explorar sua sexualidade vai ser vista como puta, que só existe homem cafajeste no mundo, entre outras barbaridades. Pensando nisso, e sem querer entrar no mérito da criação dos filhos, comecei a pensar quais conselhos daria para minha filha sobre homens e sobre relacionamentos, caso viesse a ter um algum dia. Se eles seriam bons e eficientes, só daria pra saber colocando em prova. Mas essa lista acaba servindo também pra meninas crescidas que viraram mulheres, aquelas que deixaram de acreditar no amor por causa de ensinamentos malucos que tiveram que aprender na infância. Leia e se gostar, anote, pra sua filha ou quem sabe pra você. Pode ser mais útil do que você imagina:

1- No mundo há sombra e há luz. Há o podre e o maduro. O bonito e o feio. A escolha vai ser sempre sua.
2- Você nunca vai encontrar um homem legal pra sua vida se não faz ideia de quem está procurando.
3- Use mais vestidos. Eles te deixam linda.
4- Nunca beije alguém que não consegue te olhar nos olhos.
5- O problema não está em quantos meninos você beija. Está na quantidade de pessoas que ficam sabendo disso.
6- Sabe aquele menino mais bonito da festa? O mais popular? Aquele que as meninas pagam um pau? Fuja dele. Alguém que só se garante pelo externo, jamais terá algo bonito internamente pra te oferecer.
7- Aliás, seja gentil com aquele menino feio e desengonçado que revelou gostar de você. Nunca, jamais, seja irresponsável com o sentimento de outra pessoa.
8- Se você não dá conta, não provoque.
9- Decotes exagerados e saias curtas funcionam pra quem não tem mais nada pra mostrar além do corpo. Tenho certeza que esse não é o seu caso.
10- Diga sempre o que sente, mesmo que riam de você. Somente as pessoas estúpidas não sabem valorizar a sinceridade.
11- Nunca gaste tempo com um amor mal-correspondido. Aliás, se afaste de qualquer coisa que tenha a palavra “mal” no nome.
12 – Você vai sofrer por amor. É inevitável. Sofra, chore, aprenda com a dor e se levante depressa. Só sofre demais por alguém quem não tem amor próprio.
13- Por falar nisso, ame-se muito. Você vai ter que passar o resto da sua vida na sua companhia, então é melhor começar a resolver quaisquer problemas que tenha com a sua pessoa.
14- Não seja ciumenta e não aceite que sejam com você. Ciúme é coisa de gente egoísta.
15- Meninos bonitos demais atraem concorrentes demais. Seja esperta – procure pela beleza interior. (e não acredite em quem te disser que isso é bobagem)
16- Nunca dê um presente sem um cartão com algo escrito por você. Essa é uma oportunidade única de soltar aquelas palavras que travam na garganta.
17- Tenha camisinha na sua bolsa. Não confie na responsabilidade masculina.
18- Não gaste tempo demais com unhas e cabelo. Um dia você vai aprender que há milhares de coisas mais importantes nas quais depositar seu tempo.
19- Não cultive amor por buquê de flores. Elas morreram pra enfeitar seu quarto. Ensine seus amores que, se forem te presentear com flores, que elas estejam num vaso.
20- Use seu cérebro pra pensar- ele não tem esse tamanho todo à toa.
21- Confie nas pessoas até que elas te dêem motivos para deixar de confiar. Quando isso acontecer, se afaste pra sempre.
22- Não volte para um amor antigo. É como um livro que você já leu e já conhece o final.
23- Seja direta com homens – eles são péssimos com indiretas.
24- Convide-o pra assistir um por-do-sol com você. Se ele não achar nada demais nisso, fuja.
25- Não peça conselhos para amigas com vidas amorosas catastróficas. Na dúvida, se tranque no quarto até encontrar as respostas.
26- Aliás, não escute conselhos de meros mortais – inclusive os meus. Todas as respostas que você precisa estão dentro de você. Se achar difícil, desligue o iPhone e a TV que elas surgirão.

Mas e você, adicionaria ou tiraria o quê da lista? 

Nenhum comentário: