eu espero.



Volta que eu te cuido e não te deixo morrer nunca.

O destino desfolhou - Os dragões Não conhecem o paraíso

Um comentário:

Felicidade Clandestina disse...

gosto tanto deste conto. e deste livro.